Cinema em Streaming Episódio #91: Especial de Carnaval

(Fala a verdade: você costuma passar mais tempo procurando algo para ver online do que assistindo ao filme que acaba escolhendo, é ou não é? Sim, quando há excesso de oferta, optar por algo se torna complicado - há até um termo oficial pra isso que foi criado pelo futurista Alvin Toffler em 1970: "sobrecarga de escolhas". Pois estamos aqui pra resolver isso pra você. Assim, se você curte este serviço - e as críticas que lê aqui no Cinema em Cena -, saiba que ficamos bastante felizes, pois precisamos de seu apoio para continuar a existir e a produzir conteúdo de forma independente. Para saber como ajudar, basta clicar aqui - só precisamos de alguns minutinhos para explicar. E obrigado desde já pelo clique!)

----------------------------------

Não gosta de Carnaval? Ou gosta, mas também quer aproveitar o feriado para ver alguns filmes? Ok, vamos resolver esse problema terrível: em vez de indicar apenas um filme, como normalmente faço, hoje indicarei dez: dois para cada dia de sábado a quarta-feira. Aliás, vou incluir outra novidade e indicar também títulos disponíveis no MUBI (embora estes tenham "prazo de validade", já que só permanecem na plataforma por um período definido (direi quantos dias restam a cada um contando a partir de amanhã).

Não há uma ordem específica para esta lista; use-a como preferir. Como é praxe no Cinema em Cena, não vamos te obrigar a clicar em várias imagens para percorrer a lista, que se encontra sem quebras logo abaixo.

1) Tom Hardy em um carro durante 85 minutos. Basicamente, esta é a estrutura narrativa de Locke, que traz o excelente ator como o personagem-título, um homem responsável por um grande projeto e que subitamente vê seus problemas profissionais e familiares amontoando-se enquanto ele se encontra na estrada. Acompanhando o sujeito durante o trajeto enquanto faz e recebe ligações telefônicas que tornam sua situação cada vez mais tensa, este é essencialmente um filme de câmara (ou seja: que se concentra em um ambiente, focando-se nos personagens e nos diálogos) que, no entanto, jamais soa teatral ou monótono. O que poder ser creditado ao diretor e roteirista Steven Knight, mas também ao ótimo astro que o ancora.

Clique na imagem abaixo para assistir.

2) Robert Zemeckis é um diretor tecnicamente excepcional e tematicamente versátil que, em A Morte lhe Cai Bem, cria uma comédia de humor sombrio que conta com um elenco fabuloso: Meryl Streep e Goldie Hawn como duas arqui-inimigas narcisistas ao extremo e Bruce Willis como o homem preso entre as duas - além de Isabella Rossellini como a misteriosa Lisle Von Rhuman, que oferece à dupla uma poção que as manterá jovens para sempre (mas com alguns efeitos colaterais inconvenientes). Ágil, divertido e trazendo efeitos visuais e planos que fazem jus ao cineasta, este longa é um dos mais atípicos da carreira de Streep.

Clique na imagem abaixo para assistir.

3) Quando penso em A Missão, a primeira coisa que me vem à mente é a maravilhosa trilha composta pelo mestre Ennio Morricone - em minha opinião, sua melhor. No entanto, o filme que a hospeda é igualmente memorável, acompanhando padres jesuítas que tentam salvar uma tribo da ação de colonizadores portugueses que capturam os índios para torná-los escravos. Contando com as presenças de Jeremy Irons, Liam Neeson e Aidan Quinn, o longa tem, como centro narrativo, o caçador de índios interpretado por Robert De Niro (em uma atuação intensa que me faz sentir falta desta fase de sua carreira), que se dá conta das barbaridades que cometia e busca a redenção em um arco profundamente tocante.

Clique na imagem abaixo para assistir.

4) Se há uma música que nasceu para ser adaptada para o Cinema, esta é Faroeste Caboclo, que conta a história de João de Santo Cristo, um homem que acaba se envolvendo com o crime mesmo buscando se manter íntegro por amor a Maria Lúcia. Dirigido por René Sampaio abraçando as influências do gêneero que aparece em seu título (aliás, por que Sampaio não dirigiu mais nada?), o filme acaba ganhando proporções épicas como a letra da canção de Renato Russo e companhia. Eu escrevi sobre esta obra na época de seu lançamento e a crítica pode ser lida aqui.

Clique na imagem abaixo para assistir.

5) O primeiro título que indico nesta coluna de streaming fora do Netflix também é um de meus favoritos: o sul-coreano Memórias de um Assassino. Dirigido por Bong Joon-ho, o filme acompanha três detetives que se tornam obcecados em encontrar um serial killer que vem fazendo vítimas numa província do país. O que poderia se tornar apenas um exercício de gênero, porém, aos poucos ganha contornos bem mais grandiosos, usando como base inicial os conflitos entre os métodos brutais dos dois detetives locais e a sofisticação do profissional enviado da capital - e isto é só o começo. Estudo de personagens rico e inteligente, o filme tem um elenco formidável e consegue ser tenso e tocante ao mesmo tempo. Não estou exagerando ao dizer que este é um de meus filmes mais adorados. (E se você gostou de True Detective, vai encontrar aqui seu guia espiritual.)

Clique na imagem abaixo para assistir (o filme permanecerá no MUBI até o dia 8 de março de 2018)

6) Vou citar apenas dois nomes: George Harrison e Martin Scorsese. Pois é, um documentário sobre a vida do primeiro dirigido pelo segundo é uma proposta que, por si só, já deveria despertar seu interesse. Mas Living in the Material World supera quaisquer expectativas dos fãs da dupla por sua escala, abrangência e profundidade. Escrevi sobre o longa aqui.

Clique na imagem abaixo para assistir.

7) Aproveitando o lançamento de sua continuação nos cinemas brasileiros, As Aventuras de Paddington é uma opção excelente para compartilhar com a família no Carnaval (ou em qualquer outra época). Oferecendo um humor doce, mas sem jamais subestimar a inteligência do público mais jovem, o filme traz um protagonista adorável em um universo multicolorido que explora sua natureza fabulesca para gerar risos e mesmo algumas lágrimas. Sei que isto soa clichê, mas minha falta de originalidade ao descrevê-lo não o torna menos encantador. Além disso, o projeto já valeria a pena só por seu impecável design de produção e pela ótima fotografia.

Clique na imagem abaixo para assistir.

8) Nicolas Cage se tornou uma piada tão grande com suas más escolhas como ator que, às vezes, é bom lembrar de como ele pode ser um intérprete brilhante quando exerce alguma autodisciplina. Isto ocorre, por exemplo, em Joe, que o diretor David Gordon Green realizou em 2013 e que traz Cage como o personagem-título: um alcoólatra de temperamento explosivo que aos poucos vai estabelecendo uma relação paternal com um jovem que se mudou há pouco para cidade (Tye Sheridan, em seu terceiro papel no Cinema). Escrevi sobre o filme com mais detalhes aqui.

Clique na imagem abaixo para assistir.

9) Henri-Georges Clouzot era um cineasta absurdamente cuidadoso na construção de suas narrativas. Contudo, se seus preciosismos resultaram em obras-primas como O Salário do Medo e As Diabólicas, provocavam também muitas dores de cabeça - e algumas das maiores vieram durante a produção de O Inferno e talvez tenham até mesmo contribuído para sua morte. Além disso, o orçamento grandioso à sua disposição acabou atrapalhando mais do que ajudando, já que permitiu que o diretor se entregasse de vez aos seus virtuosismos que, de tão detalhados, acabavam por paralisá-lo. Pois o documentário O Inferno de Henri-George's Clouzot recupera as imagens e testes de pré-produção que o realizador chegou a filmar, usando-as também para recontar os fatos por trás desta desastrosa empreitada. Escrevi sobre o filme aqui.

Clique na imagem abaixo para assistir (o filme permanecerá disponível no MUBI até o dia 3 de março de 2018).

10) Para fechar a lista, a obra máxima do Cinema: a trilogia O Poderoso Chefão, que, para mim, funciona como um filme de quase 10 horas de duração e representa a melhor coisa que a Humanidade já produziu. Sim, melhor até que o doce de leite pastoso. 

Clique nas imagens abaixo para assistir aos filmes:

Um grande abraço e bons filmes!

Outras edições da coluna:

Episódio #90: Unrest
Episódio #89: A Colina Escarlate
Episódio #88: Complicações do Amor
Episódio #87: Saneamento Básico, o Filme
Episódio #86: Wormwood
Episódio #85: Voyeur
Episódio #84: A Babá
Episódio #83: Jim & Andy
Episódio #82: O Sol é para Todos
Episódio #81: Filth
Episódio #80: Trocando as Bolas
Episódio #79: 1922
Episódio #78: Viagem Maldita
Episódio #77: Long Shot
Episódio #76: Raw
Episódio #75: Elefante Branco
Episódio #74: Corrente do Mal
Episódio #73: O Homem Mais Procurado
Episódio #72: Shadow of Truth
Episódio #71: Na Mira do Chefe
Episódio #70: Invasão Zumbi
Episódio #69: The Keepers
Episódio #68: Betting on Zero
Episódio #67: Casting JonBenet 
Episódio #66: Maria Bamford: Old Baby
Episódio #65: Tower
Episódio #64: Sob a Pele
Episódio #63: Decisão de Risco
Episódio #62: O Roubo da Taça
Episódio #61: Trainspotting
Episódio #60: Amantes Eternos
Episódio #59: The Wrecking Crew
Episódio #58: Um Espírito Baixou em Mim
Episódio #57: O Pescador de Ilusões
Episódio #56: O Predestinado
Episódio #55: White Helmets
Episódio #54: O Silêncio do Céu
Episódio #53: Where to Invade Next
Episódio #52: O Mestre dos Gênios
Episódio #51: Amor a Toda Prova
Episódio #50: A trilogia O Poderoso Chefão
Episódio #49: Sob a Sombra
Episódio #48: A Máquina
Episódio #47: O Plano Perfeito
Episódio #46: Harry & Sally - Feitos um para o Outro
Episódio #45: Roxanne
Episódio #44: Psycho Raman
Episódio #43: Transfatty Lives
Episódio #42: Um Cadáver para Sobreviver
Episódio #41: Sing Street
Episódio #40: As Duas Faces de um Crime
Episódio #39: Kung-Fusão
Episódio #38: Entre Nós
Episódio #37: Blue Jay
Episódio #36: Bone Tomahawk
Episódio #35: Man vs. Snake: The Long and Twisted Tale of Nibbler
Episódio #34: Assim na Terra como no Inferno
Episódio #33: Desaparecido - Um Grande Mistério
Episódio #32: Leonera
Episódio #31: Possuída
Episódio #30: Viagem à Lua de Júpiter
Episódio #29: The Witness
Episódio #28: I am the Pretty Little Thing that Lives in the House
Episódio #27: The 13th
Episódio #26: Amanda Knox
Episódio #25: Audrie & Daisy
Episódio #24: A Ponta de um Crime
Episódio #23: Cartel Land
Episódio #22: ARQ
Episódio #21: Sete Homens e um Destino
Episódio #20: Alan Partridge: Alpha Papa
Episódio #19: Stranger Things
Episódio #18: Em Nome de Deus
Episódio #17: The Invitation
Episódio #16: A Mulher Faz o Homem
Episódio #15: Branco Sai Preto Fica
Episódio #14: O Rei da Comédia
Episódio #13: Jesus Camp
Episódio #12: O Barco: Inferno no Mar
Episódio #11: A Fortuna de Ned
Episódio #10: Amy
Episódio #09: In the Loop
Episódio #08: Life Itself
Episódio #07: À Procura de Elly
Episódio #06: O Guarda
Episódio #05: Triângulo do Medo
Episódio #04: Tempo de Despertar
Episódio #03: A Trapaça
Episódio #02: Tyke: Elephant Outlaw
Episódio Piloto: 21 longas para começar.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Pablo Villaça Colunista

Pablo Villaça, 18 de setembro de 1974, é um crítico cinematográfico brasileiro. É editor do site Cinema em Cena, que criou em 1997, o mais antigo site de cinema no Brasil. Trabalha analisando filmes desde 1994 e colaborou em periódicos nacionais como MovieStar, Sci-Fi News, Sci-Fi Cinema, Replicante e SET. Também é professor de Linguagem e Crítica Cinematográficas.