Festivais e Mostras Abertura da 41ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo

Começou. A 41ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo realizou sua cerimônia de abertura na noite de quarta-feira (19/10), no Auditório do Ibirapuera. Renata de Almeida, organizadora da Mostra, e o apresentador Serginho Groisman conduziram a cerimônia, que teve os tradicionais discursos de patrocinadores e apoiadores do evento. A 41ª Mostra homenageia a cineasta belga Agnès Varda, o francês Paul Vecchiali, o ator Paulo José, o suíço Alain Tanner e o artista chinês Ai Weiwei, que também assina o pôster deste ano.

Weiwei era esperado para a cerimônia de abertura, mas foi impedido de embarcar na noite de terça-feira, em Nova York, pela equipe de uma companhia aérea, que contestou a validade de seu visto. Um vídeo enviado por Weiwei, explicando o fato, foi exibido durante a cerimônia, marcada por discursos de apoio às leis e mecanismos de fomento ao audiovisual brasileiro e de repúdio às ameaças à liberdade de expressão, por representantes de empresas e entidades apoiadoras da Mostra, como Ancine, Secretarias da Cultura do Município e do Estado de São Paulo, BNDES, Petrobrás, SESC, Itaú, entre outras. O Secretário da Cultura do Município, André Sturm, foi alvo de vaias por parte da plateia, antes de iniciar seu discurso.

Ao final da cerimônia, a Mostra foi oficialmente aberta com a exibição do filme Human Flow - Não existe lar se não há para onde ir, de Weiwei, que mostra a vida de refugiados em 23 países. Renata de Almeida anunciou que, apesar da ausência no evento, Weiwei seria homenageado com o Prêmio Humanidade.

Para conferir a programação da Mostra, acesse aqui: http://41.mostra.org/br/home/ 

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Alessandra Alves Colunista