Cinema em Streaming Episódio #66: Maria Bamford: Old Baby (2017)

(Fala a verdade: você costuma passar mais tempo procurando algo para ver online do que assistindo ao filme que acaba escolhendo, é ou não é? Sim, quando há excesso de oferta, optar por algo se torna complicado - há até um termo oficial pra isso que foi criado pelo futurista Alvin Toffler em 1970: "sobrecarga de escolhas". Pois estamos aqui pra resolver isso pra você. Assim, se você curte este serviço - e as críticas que lê aqui no Cinema em Cena -, saiba que ficamos bastante felizes, pois precisamos de seu apoio para continuar a existir e a produzir conteúdo de forma independente. Para saber como ajudar, basta clicar aqui - só precisamos de alguns minutinhos para explicar. E obrigado desde já pelo clique!)

----------------------------------

Logo nos primeiros segundos de Maria Bamford: Old Baby, a comediante que dá título ao especial alerta o espectador de que seu senso de humor não é para todos. É não é mesmo: se há algo que ficou claro desde The Comedians of Comedy, o ótimo documentário que ela estrelou em 2005 ao lado de Patton Oswalt, Zach Galifianakis e Brian Posehn, é que sua forma de enxergar o mundo é capaz de gerar risos e desconforto na mesma medida. Ao contrário de boa parte de seus contemporâneos, por exemplo, Bamford pouco se interessa por piadas relacionadas a gênero, política ou questões raciais; suas piadas, na maior parte do tempo, funcionam graças à sua percepção atípica que, aqui e ali, a fazem soar quase como - e pego emprestado um dos títulos criados pelo mestre Oliver Sacks para defini-la - uma antropóloga em Marte.

Empregando fortemente suas lutas com a depressão e a ansiedade como material, Bamford é corajosa o bastante para incluir em seus relatos até mesmo suas passagens por clínicas psiquiátricas, saltando de uma voz a outra para abordar também suas relações com a mãe, o pai e a comunidade artística de modo geral - e seus monólogos frequentemente exibem uma natureza curiosamente estruturada, saltando de uma ideia ou outra através de ligações que soam tênues, mas sempre acabam se encaixando no final.

No entanto, Old Baby tem também um atrativo adicional: assim como havia feito em The Special Special Special!, em 2012, Bamford abandona a linguagem tradicional dos especiais de stand-up ao realocá-los para contextos inesperados. Se em 2012 ela apresentava-se em sua sala de estar para um público composto por apenas duas pessoas (seus pais - sobre os quais várias piadas giravam, diga-se de passagem), aqui ela faz algo ainda mais ambicioso, parecendo incluir seu próprio processo criativo na estrutura da obra, da concepção das piadas à apresentação final, passando pelos testes com públicos de diversos tamanhos. Com isso, Old Baby tem início com a comediante recitando seu texto diante do espelho, levando-o até o marido, a um grupo composto por quatro amigos, a uma sala com um maior número de pessoas e assim por diante - e quando finalmente chegamos ao teatro, as risadas estrondosas da plateia chegam a surpreender. Não porque as piadas sejam ruins, mas porque até então víramos Bamford apresentando-se para grupos pequenos e discretos em suas reações.

Trata-se de uma experiência corajosa e admirável que reflete a personalidade ímpar da humorista. Que, confesso, há muitos anos considero uma das melhores de sua geração.

Clique na imagem abaixo para assistir.

 

Um grande abraço e bons filmes!

Outras edições da coluna:

Episódio #65: Tower
Episódio #64: Sob a Pele
Episódio #63: Decisão de Risco
Episódio #62: O Roubo da Taça
Episódio #61: Trainspotting
Episódio #60: Amantes Eternos
Episódio #59: The Wrecking Crew
Episódio #58: Um Espírito Baixou em Mim
Episódio #57: O Pescador de Ilusões
Episódio #56: O Predestinado
Episódio #55: White Helmets
Episódio #54: O Silêncio do Céu
Episódio #53: Where to Invade Next
Episódio #52: O Mestre dos Gênios
Episódio #51: Amor a Toda Prova
Episódio #50: A trilogia O Poderoso Chefão
Episódio #49: Sob a Sombra
Episódio #48: A Máquina
Episódio #47: O Plano Perfeito
Episódio #46: Harry & Sally - Feitos um para o Outro
Episódio #45: Roxanne
Episódio #44: Psycho Raman
Episódio #43: Transfatty Lives
Episódio #42: Um Cadáver para Sobreviver
Episódio #41: Sing Street
Episódio #40: As Duas Faces de um Crime
Episódio #39: Kung-Fusão
Episódio #38: Entre Nós
Episódio #37: Blue Jay
Episódio #36: Bone Tomahawk
Episódio #35: Man vs. Snake: The Long and Twisted Tale of Nibbler
Episódio #34: Assim na Terra como no Inferno
Episódio #33: Desaparecido - Um Grande Mistério
Episódio #32: Leonera
Episódio #31: Possuída
Episódio #30: Viagem à Lua de Júpiter
Episódio #29: The Witness
Episódio #28: I am the Pretty Little Thing that Lives in the House
Episódio #27: The 13th
Episódio #26: Amanda Knox
Episódio #25: Audrie & Daisy
Episódio #24: A Ponta de um Crime
Episódio #23: Cartel Land
Episódio #22: ARQ
Episódio #21: Sete Homens e um Destino
Episódio #20: Alan Partridge: Alpha Papa
Episódio #19: Stranger Things
Episódio #18: Em Nome de Deus
Episódio #17: The Invitation
Episódio #16: A Mulher Faz o Homem
Episódio #15: Branco Sai Preto Fica
Episódio #14: O Rei da Comédia
Episódio #13: Jesus Camp
Episódio #12: O Barco: Inferno no Mar
Episódio #11: A Fortuna de Ned
Episódio #10: Amy
Episódio #09: In the Loop
Episódio #08: Life Itself
Episódio #07: À Procura de Elly
Episódio #06: O Guarda
Episódio #05: Triângulo do Medo
Episódio #04: Tempo de Despertar
Episódio #03: A Trapaça
Episódio #02: Tyke: Elephant Outlaw
Episódio Piloto: 21 longas para começar.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Pablo Villaça Colunista

Pablo Villaça, 18 de setembro de 1974, é um crítico cinematográfico brasileiro. É editor do site Cinema em Cena, que criou em 1997, o mais antigo site de cinema no Brasil. Trabalha analisando filmes desde 1994 e colaborou em periódicos nacionais como MovieStar, Sci-Fi News, Sci-Fi Cinema, Replicante e SET. Também é professor de Linguagem e Crítica Cinematográficas.