Críticas + recentes por Pablo Villaça

Na semana de estreia do longa, o diretor Felipe Sholl falou com o Cinema em Cena sobre a espera para produzir Fala comigo, seu processo criativo, influências e sobre a situação política atual no Brasil. “Embora não seja diretamente político, o filme trata de subversão, de uma família tradicional se desintegrando. E, no final das contas, tudo o que a gente faz é política”.

 

 

Publicidade